1978-1981-1983-1985-1987-1991-1993-1995-1997-1999-2000-2001-2002-2003-2004-2005-2006-2007-2008-2009-2010-2011-2012-2013-2014-2015-2016-2017-2018-2019


Festas da Praia – 2017

 

Presidente da Câmara Roberto Monteiro

Organizador: Cooperativa Praia Cultural

Coordenador Musical – Luís Leal


Roberto Monteiro, eleito Presidente da Câmara Municipal da Praia da Vitória em 2005, manteve-se no cargo até 2017 e recorda, com clareza, a realização das primeiras Festas que o seu Executivo teve de levar a cabo.
Dessa altura lembra que cedo se apercebeu que as Festas tinham de começar a ser preparadas mal terminasse a edição do ano anterior.
Como foi eleito em Outubro e só tomou posse em Novembro as Festas de 2006 foram levadas a cabo fruto do grande entusiasmo e empenhamento de todos os envolvidos na sua preparação.
Depois, ao longo dos anos as Festas, do ponto de vista estrutural, foram conhecendo as evoluções necessárias.
Desde logo a questão financeira. Roberto Monteiro coloca em evidência que a Câmara não tinha condições financeiras para continuar a suportar as Festas. Foi, então, tomada a decisão de dividir em três partes iguais o financiamento das mesmas. Um terço, responsabilidade da Autarquia, outro terço resultado da angariação de publicidade junto do tecido empresarial do Concelho e um terço resultante do pagamento das entradas nos espectáculos.
Recorda que as Festas da Praia foram as primeiras a instituir o sistema de pulseiras para entrada nos espetáculos musicais dos programas.
Dentro deste espírito de uma boa gestão financeira das Festas, a partir de 2013 passou a responsabilidade da realização das mesmas para a Cooperativa Praia Cultural, modelo que se mantém em vigor até aos dias de hoje.
Durante o seu mandato nasceu a Dreamzone que podem sempre executar o programa uma vez que ficam resguardados do mau tempo que, por vezes, acontece.
Hoje continua a ir às festas e a apreciá-las mas entende que há a necessidade da introdução de algumas pequenas alterações que possam ser inovadoras correspondendo à cada vez maior exigência dos públicos que as procuram.
Um interessante depoimento que pode ouvir, na íntegra, aqui em baixo.

 

Tibério Dinis - Vereador da Cultura

Em 2013, Tibério Dinis, como vereador da cultura da Câmara Municipal da Praia da Vitória, estava no “topo” da organização das Festas tendo, por isso, uma memória muito viva de como funcionava a “máquina” que colocava, desde esse ano, as Festas em movimento.
No depoimento que pode ver, na íntegra, aqui em baixo, pode aperceber-se de como tudo foi organizado a partir daquele ano.

 


Coordenadora da Animação de rua – Eduarda Rosa

Eduarda Rosa quando foi convidada teve por principal preocupação avaliar junto dos familiares se estariam dispostos a ajudá-la naquele desafio. Todos se colocaram ao seu lado no incentivo necessário para que pudesse exercer o cargo para o qual tinha sido convidada.
Após isso procurou reunir uma equipa que pudesse colmatar as lacunas que sentia em relação a pontos específicos da tarefa que tinha pela frente.
O tema das festas foi: “O Teatro”, um tema escolhido por Eduarda Rosa que não se revia em nenhuma das sugestões que vinham do lado da Cooperativa Cultural.
A escolha do tema assentou num gosto pessoal radicado num percurso de vida que do lado da mãe e da avó, pessoas ligadas ao teatro, lhe incutiram esse gosto e naquela altura o Teatro tinha falta de público e as festas da Praia poderiam ser, de uma forma abrangente, uma boa oportunidade para se falar do tema.
Eduarda Rosa recorda, no depoimento que pode ouvir na íntegra aqui em baixo, o Cortejo de Abertura que, sendo o ponto alto da Festa, acaba por se espraiar por toda a Festa.
 

COROAÇÃO DAS FESTAS DA PRAIA DA VITÓRIA – 2017


 

Feira Gastronómica – Desde 2012 organizada pela Escola Profissional da Praia da Vitória

Diretor da Escola – Domingos Borges

Desde 2012 que a responsabilidade da organização da feira gastronômica faz Festas da Praia da Vitória passou para a Escola Profissional passando a usar o nome de Feira do Atlântico.
Domingos Borges explica, no depoimento que pode ouvir, os passos dados desde que, em 2012, a realização da feira passou para a tutela da Escola profissional da Praia da Vitória.

TOURADAS

Desde 2007 que a feira tauromáquica das festas da Praia está entregue ao Grupo de forcados do Ramo Grande e à Tertúlia Tauromáquica da Praia da Vitória.
Manuel Pires, Cabo do Grupo de Forcados Amadores explica como se processa, em cada ano, a preparação do cartaz taurino das festas dizendo que o segredo está na preparação com antecedência de maneira a que se consiga atingir um equilíbrio entre a qualidade do cartaz e a sua sustentabilidade financeira.
Um depoimento que pode ouvir, na íntegra, aqui em baixo. 

 

Marcha Oficial das Festas da Praia – 2017

 

 

 

Coordenador Musical – Luís Leal

Luís Leal foi convidado para assumir a coordenação da parte musical das Festas da Praia da Vitória pelo Dr. Roberto Monteiro. Recorda que o Presidente da Câmara o colocou sempre “à vontade” para levar o trabalho que tinha aceitado a bom porto.

Neste depoimento que pode ouvir na íntegra Luís Leal recorda ainda que foi feito uma inquérito junto do público, através de uma página que foi especificamente criada para o efeito no facebook, o que facilitou a tarefa das escolhas que acabariam por resultar numa semana de espectáculos sempre com lotação esgotada.

GALERIA DE VIDEOS

 

Tertúlia Tauromáquica Praiense

Francisco Magalhães, atualmente, Presidente da Tertúlia Tauromáquica Praiense, uma instituição desde sempre ligada à organização da feira taurina das Festas da Praia da Vitória explica-nos, no seu depoimento, que para erguer este ponto alto das mesmas é necessário muito trabalho.
Há uma equipa, refere, constituída por 5 elementos, três da Tertúlia e dois do Grupo de Forcados do ramo Grande, que tem a seu cargo preparar a corrida em cada ano.
O trabalho começa cedo porque há muitos detalhes a ter em conta, desde a escolha dos artistas, aos contatos, às marcações das viagens para os mesmos e para os cavalos e touros.
Procuram sempre contactar os ganadeiros locais mas, muitas vezes, não conseguem arranjar os animais desejados pelo que, na maioria das vezes, os touros vêm de fora.
Um depoimento que pode ouvir, na íntegra, aqui em baixo.

 

1978-1981-1983-1985-1987-1991-1993-1995-1997-1999-2000-2001-2002-2003-2004-2005-2006-2007-2008-2009-2010-2011-2012-2013-2014-2015-2016-2017-2018-2019